FIS – Faculdade de Integração do Sertão

O curso superior em Rede de Computadores garante ao final da graduação que o profissional formado tenha capacidade de realizar diversas tarefas, entre elas, a de gerenciar e monitorar o desempenho de rede de computadores; otimizar tarefas de manutenção e serviços de redes; dominar as técnicas de segurança das redes e dos dados que nela trafegam; implantar, configurar, administrar, analisar e avaliar redes de computadores e seus serviços; programar utilizando linguagens de programação (visuais, internet) utilizadas no mercado de trabalho em soluções que envolvam a administração das redes de computadores.

Os profissionais formados em Rede de Computadores podem atuar na esfera pública e empresas privadas nas funções de Analista de Suporte, Administrador de Redes, Analista de Desempenho de Redes, Analista de Segurança, Consultor de Tecnologia na Área de Redes, Gerente de Projetos de Redes de Computadores e Gerente de Equipe de Suporte.

Sobre o Curso
Ao final do curso o egresso deverá ter as seguintes competências e habilidades:
  • Conhecer os princípios de Gerência e monitoramento de desempenho de redes;
  • Dominar as técnicas de Segurança das redes e dos dados que nela trafegam;
  • Desenvolver pesquisa científica e tecnológica na área de redes de computadores;
  • Conhecer os princípios de gestão de recursos e coordenação de projetos de redes de computadores;
  • Descobrir e empreender novas oportunidades e ideias para aplicações (produtos ou serviços) usando redes de computadores e avaliar a conveniência de se investir no desenvolvimento da aplicação;
  • Otimizar tarefas de administração e manutenção de serviços de redes com o uso de linguagens de programação;
  • Conhecer os conceitos e termos inerentes à área de informática;
  • Conhecer a realidade social na qual está inserido, procurando detectar e adaptar-se às mudanças e aos novos desafios da profissão;
  • Instalar e configurar computadores que estejam, isolados ou ligados em redes, bem como periféricos e softwares;
  • Identificar, selecionar e configurar os principais sistemas operacionais de mercado, equipamentos e protocolos para atender demanda e necessidades dos usuários;
  • Identificar, analisar, avaliar e resolver problemas em redes de computadores empregando bases tecnológicas, científicas, senso crítico e criatividade;
  • Implantar, configurar, administrar, analisar e avaliar redes de computadores e seus serviços;
  • Programar utilizando linguagens de programação (visuais, internet) utilizadas no mercado de trabalho em soluções que envolvam a administração das redes de computadores;
  • Fazer a operação de microcomputadores para uso pessoal e em ambiente de produção;
  • Comunicar-se de forma eficaz, tanto de forma oral quanto escrita;
  • Agir diante de situações de mudança, observando uma visão de futuro, flexibilidade, ética, capacidade de adaptação às necessidades gerenciais das organizações, e capacidade de abertura às novas oportunidades.
Mercado de Trabalho
O déficit de pessoal na área de Tecnologia da Informação (TI) é de cerca de 40 mil profissionais de acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom). As empresas têm sempre necessidade de implantar infraestrutura de informática. As oportunidades englobam empresas dos mais variados setores e portes, tanto no setor público quanto no privado. O ramo de banda larga móvel e smartphones abre novas oportunidades, mas o profissional de redes é capacitado a atuar em qualquer empresa, não apenas de TI.
Especificações