Enfermagem

AUTORIZAÇÃO: Portaria MEC nº 1.029, de 7 de dezembro de 2006.

RECONHECIMENTO: Portaria nº MEC 264, de 16 de novembro de 2012.

DURAÇÃO DO CURSO: 05 anos ou 10 semestres letivos.

CARGA HORÁRIA TOTAL: 4.160 h.

VAGAS: 100 vagas anuais (50 alunos/turma)

TURNO: integral (tarde/noite)

 

 

APRESENTAÇÃO

A Enfermagem é considerada uma ciência e arte, que se fundamenta num corpo de conhecimentos e práticas, abrangendo desde o estado de saúde ao estado de doença, baseando-se em atitudes pessoais, profissionais, científicas, éticas e políticas do cuidar de seres humanos.
A formação do enfermeiro é: “generalista, humanista, crítica e reflexiva”. É um profissional qualificado para o exercício de Enfermagem, com base no rigor científico e intelectual e pautado em princípios éticos.

 

ÁREA DE ATUAÇÃO E/OU MERCADO DE TRABALHO

O mercado de trabalho do enfermeiro vem crescendo muito e diversificando-se cada vez mais. O enfermeiro pode atuar em serviços de saúde, públicos ou privados, na área hospitalar ou na área de saúde pública (PSF), em empresas, instituições de pesquisa, consultórios de enfermagem, atendimento domiciliar (Home-Care), consultoria, auditoria, assessoria, instituições de ensino (cursos técnicos, graduação, pós-graduação, entre outros), asilos, creches, indústrias, nas Forças Armadas, entre outros locais.

 

ESTRUTURA:

O curso possui os laboratórios básicos compostos por: Laboratório de Anatomia, Laboratórios de Ciências Básicas I e II e o Laboratório Multidisciplinar (onde são desenvolvidas as aulas práticas das disciplinas específicas). Conta ainda com a Sala de Pronto Atendimento – SPA, que presta atendimento básico de enfermagem á comunidade acadêmica.

 

 

ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS:

Os Estágios Supervisionados Obrigatórios são realizados em diversos campos, locais que a IES possui convênios, como: Hospital Regional Professor Agamenon Magalhães (HOSPAM), Hospital Regional Inácio de Sá Salgueiro),  Hospital Regional Emília Câmara (Afogados da Ingazeira), Hospital São Vicente, , Secretaria de Saúde (PSF’s, Núcleo de Vigilância em Saúde e Centro de Saúde), Abrigo Ana Ribeiro.

 

EVENTOS:

 

SEMINÁRIO DE DIREITOS HUMANOS (INSTITUCIONAL)

Data de realização: Março

 

SEMANA ACADÊMICA (INSTITUCIONAL)

Data de Realização: Outubro

 

SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA (INSTITUCIONAL)

Data de Realização: Novembro

 

ENAENF – ENCONTRO ACADÊMICO DE ENFERMAGEM

Data de Realização: Maio

 

COMPETÊNCIAS, HABILIDADES, ATITUDES E VALORES FUNDAMENTAIS nA FORMAÇÃO PROFISSIONAL do formando FIS

 

Competências Gerais:

 

  • Atenção à Saúde: o enfermeiro, dentro de seu âmbito profissional, deve estar apto a desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção, tratamento e reabilitação em saúde, tanto em nível individual quanto coletivo. Ele deve assegurar que sua prática seja realizada de forma integrada com as demais instâncias do sistema de saúde, sendo capaz de pensar criticamente, de analisar os problemas da área de saúde e de procurar soluções para os mesmos. Os enfermeiros devem realizar seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da bioética, tendo em conta que a responsabilidade da atenção à saúde não se encerra com o ato técnico, mas sim, com a resolução dos problemas de saúde. Os enfermeiros devem ainda ser acessíveis à troca de informações com os pacientes, com outros profissionais de saúde e com o público em geral e, ao mesmo tempo, saber manter a confidência das informações confiadas a eles por aqueles que estão sob seus cuidados.

 

  • Tomada de Decisões: o trabalho dos enfermeiros deve estar fundamentado na capacidade de tomar decisões em relação ao uso apropriado e à eficácia da força de trabalho, das técnicas, recursos e procedimentos terapêuticos. Para este fim, os mesmos devem possuir competências e habilidades para avaliar, sistematizar e decidir sobre as condutas assistenciais mais adequadas, baseadas em evidências científicas e clínicas, e considerando as questões relativas ao custo-benefício das estratégias usadas, tanto para os pacientes quanto para o aparelho de saúde.

 

  • Comunicação: As habilidades comunicativas envolvem a comunicação verbal e não-verbal, a capacidade de escrita e leitura em língua portuguesa, o domínio instrumental de pelo menos uma língua estrangeira e de tecnologias de comunicação e informação;

 

  • Administração, Gerenciamento e Liderança: os enfermeiros devem estar aptos a tomar iniciativa, fazer o gerenciamento e administração tanto da força de trabalho, dos recursos físicos e materiais e de informação, da mesma forma que devem estar aptos a serem empreendedores, gestores, empregadores ou lideranças na equipe de saúde. No trabalho em equipe multiprofissional, eles deverão estar aptos a assumir posição de liderança, a qual envolve compromisso, responsabilidade, empatia, habilidade para tomada de decisões, comunicação e gerenciamento de forma efetiva e eficaz, sempre tendo em vista o bem estar da comunidade;

 

  • Educação Permanente: os enfermeiros devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação acadêmica, quanto na sua prática clínica. Desta forma, eles devem “aprender a aprender” e ter a responsabilidade e o compromisso com sua própria educação e com o treinamento das futuras gerações de profissionais, proporcionando condições para que haja benefícios para toda a categoria profissional.

 

Competências e Habilidades Específicas:

 

O Curso de Graduação em ENFERMAGEM da FIS deve assegurar, também, a formação de profissionais com competências, habilidades e atitudes específicas para:

 

  • Exercer a profissão como uma forma de contribuição social às necessidades específicas de saúde da população e da estrutura do sistema de saúde do país, com especial atenção à região Nordeste no qual está inserida sua proposta pedagógica;

 

  • Inserir-se profissionalmente nos diversos níveis de atenção à saúde, atuando em programas de promoção, manutenção, prevenção, proteção, recuperação e reabilitação da saúde, buscando atuar, sempre que possível, de forma multiprofissional e interdisciplinar.

 

  • Reconhecer a saúde e condições dignas de vida como direito de todos, e atuar de forma a garantir a manutenção da saúde, do bem estar e da qualidade de vida das pessoas, famílias e comunidade, entendendo a assistência integral à saúde como um conjunto articulado e contínuo das ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso, em todos os níveis de complexidade do sistema de saúde e realizado de forma multidisciplinar;

 

  • Relacionar os fundamentos históricos, filosóficos e metodológicos da ENFERMAGEM com a estrutura do sistema de saúde do país, e reconhecer que a profissão muda em resposta às necessidades de saúde da sociedade e ao desenvolvimento do conhecimento em ENFERMAGEM;

 

  • Elaborar criticamente o amplo espectro de questões clínicas, científicas, filosóficas, éticas, políticas, sociais e culturais implicadas na atuação profissional do enfermeiro, sendo capaz de intervir nas diversas áreas onde sua atuação profissional seja necessária;

 

  • Respeitar os princípios éticos inerentes ao exercício profissional;

 

  • Manter a confidencia das informações, na interação com outros profissionais de saúde e o público em geral;

 

  • Contribuir com o crescimento e desenvolvimento da profissão e saber identificar a contribuição única da ENFERMAGEM à saúde da população;

 

  • Prescrever, ministrar e supervisionar a aplicação de recursos físicos que objetivem preservar, manter, desenvolver ou restaurar a integridade de órgão, sistema ou função do corpo humano, por meio de:
  • Intervir para resolução de condições de emergência.
  • Usar terminologia técnica amplamente compreendida e adequadamente definida e usar preferencialmente modelos e definições aceitos internacionalmente (por ex. OMS);
  • Prestar esclarecimentos, dirimir dúvidas e orientar o indivíduo e os seus familiares na seqüência do processo terapêutico;
  • Dirigir serviços e locais destinados a atividades de enfermagem, bem como assumir responsabilidade técnica pelo desempenho dessas atividades;

 

  • Desempenhar atividades de planejamento, organização e gestão de serviços de saúde públicos ou privados, além de assessorar, prestar consultorias e auditorias no âmbito de sua competência profissional;
  • Dar ênfase à necessidade de que a prática seja baseada em evidências clínicas e científicas, sempre que possível;
  • Apreciar a interdependência da prática, investigação e educação na profissão;
  • Conhecer métodos e técnicas de investigação e elaboração de trabalhos acadêmicos e científicos;
  • Desenvolver o senso crítico, investigador e conquistar autonomia pessoal e intelectual necessária para empreender contínua formação na sua práxis profissional;
  • Desenvolver e executar projetos de pesquisa e extensão que contribuam na produção do conhecimento, socializando o saber científico produzido;
  • Desenvolver atividades de socialização do saber técnico-científico na sua área de atuação, através de aulas, palestras e conferências, além de acompanhar e incorporar inovações tecnológicas pertinentes à sua praxis profissional.

 

ESTRUTURA CURRICULAR

O currículo do curso incorpora disciplinas de natureza técnica, biológica e humanística de forma a oferecer à sociedade, bacharéis compromissados, responsáveis e competentes voltados às necessidades vigentes do mercado de trabalho.

A grade curricular apresentada a seguir contempla um conjunto de disciplinas, que promovem para um indivíduo formação básica e profissional para a área de ENFERMAGEM.

1º SEMESTRE DISCIPLINAS HORAS/AULA SEMANAIS

TEÓRICAS

HORAS/AULA

SEMANAIS

PRÁTICAS

ANATOMIA HUMANA 2 3
HISTOLOGIA 1 1
EMBRIOLOGIA 1 1
BIOQUÍMICA 2 2
PORTUGUÊS INSTRUMENTAL 2
CITOLOGIA 1 1
HISTÓRIA DA ENFERMAGEM 2
TOTAL DE HORAS-AULA SEMANAIS 11 8
TOTAL DE HORAS-AULA SEMESTRAIS 220 160
2º SEMESTRE DISCIPLINAS HORAS/AULA SEMANAIS

TEÓRICAS

HORAS/AULA SEMANAIS

PRÁTICAS

SOCIOANTROPOLOGIA DA SAÚDE 4
MICROBIOLOGIA HUMANA 2 1
GENÉTICA HUMANA 2
FISIOLOGIA HUMANA 4 1
PARASITOLOGIA HUMANA 2 1
BIOFÍSICA 2
TOTAL DE HORAS-AULA SEMANAIS 16 3
TOTAL DE HORAS-AULA  SEMESTRAIS 320 60

 

3º SEMESTRE DISCIPLINAS HORAS/AULA SEMANAIS

TEÓRICAS

HORAS/AULA SEMANAIS

PRÁTICAS

BIOESTATÍSTICA 2
PESQUISA APLICADA À SAÚDE 3
EPIDEMIOLOGIA 3
PROCESSOS PATOLÓGICOS GERAIS 3
FARMACOLOGIA GERAL 3
SEMIOLOGIA E SEMIOTÉCNICA DE ENFERMAGEM I 2 4
IMUNOLOGIA 3
TOTAL DE HORAS-AULA SEMANAIS 19 4
TOTAL DE HORAS-AULA SEMESTRAIS 380 80

 

4º SEMESTRE DISCIPLINAS HORAS/AULA SEMANAIS

TEÓRICAS

HORAS/AULA SEMANAIS

PRÁTICAS

SEMIOLOGIA E SEMIOTÉCNICA DE ENFERMAGEM II 3 3
SAÚDE AMBIENTAL 2
EXERCÍCIO PROFISSIONAL 2
ENFERMAGEM CLÍNICA 3 2
SISTEMATIZAÇÃO DA ASSSITÊNCIA DE ENFERMAGEM 2 1
FARMACOLOGIA APLICADA À ENFERMAGEM 1 1
TOTAL DE HORAS-AULA SEMANAIS 13 7
TOTAL DE HORAS-AULA  SEMESTRAIS 260 140

 

5º SEMESTRE DISCIPLINAS HORAS/AULA SEMANAIS

TEÓRICAS

HORAS/AULA SEMANAIS

PRÁTICAS

ENFERMAGEM EM SAÚDE COLETIVA I 2 2
ENFERMAGEM CIRÚRGICA I 3 1
ENFERMAGEMEM INFECÇÕES TRANSMISSÍVEIS 2 1
PSICOLOGIA APLICADA À SAÚDE 3
ENFERMAGEM NA SAÚDE DA MULHER 3 1
NUTRIÇÃO E DIETÉTICA 2
TOTAL DE HORAS-AULA SEMANAIS 15 5
TOTAL DE HORAS-AULA SEMESTRAIS 300 100

 

6º SEMESTRE DISCIPLINAS HORAS/AULA SEMANAIS

TEÓRICAS

HORAS/AULA SEMANAIS

PRÁTICAS

ENFERMAGEM EM SAÚDE COLETIVA II 2 3
ENFERMAGEM OBSTÉTRICA 4 2
ENFERMAGEM CIRÚRGICA II 3 1
ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DE EXAMES 2
TOTAL DE HORAS-AULA SEMANAIS 11 6
TOTAL DE HORAS-AULA SEMESTRAIS 220 120

 

7º SEMESTRE DISCIPLINAS HORAS/AULA SEMANAIS

TEÓRICAS

HORAS/AULA SEMANAIS

PRÁTICAS

ENFERMAGEM NA SAÚDE DO HOMEM 2
ENFERMAGEM EM GERIATRIA E GERONTOLOGIA 2 1
ADMINISTRAÇÃO APLICADA À ENFERMAGEM I 3 2
ENFERMAGEM NA SAÚDE DO TRABALHADOR 2
ENFERMAGEM NA SAÚDE DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE 4 4
ENFERMAGEM EM OBSTETRÍCIA 4 2
DISCIPLINA OPTATIVA I 2
TOTAL DE HORAS-AULA SEMANAIS 19 9
TOTAL DE HORAS-AULA SEMESTRAIS 380 180

 

8º SEMESTRE DISCIPLINAS HORAS/AULA SEMANAIS

TEÓRICAS

HORAS/AULA SEMANAIS

PRÁTICAS

ADMINISTRAÇÃO APLICADA À ENFERMAGEM II 2 2
ENFERMAGEM EM ONCOLOGIA 2 1
ENFERMAGEM NA URGÊNCIA E EMERGÊNCIA 3 2
ENFERMAGEM EM UTI 3 2
DISCIPLINA OPTATIVA II 2
TOTAL DE HORAS-AULA SEMANAIS 12 7
TOTAL DE HORAS-AULA SEMESTRAIS 240 140

 

9º SEMESTRE DISCIPLINAS HORAS/AULA SEMANAIS

TEÓRICAS

HORAS/AULA SEMANAIS

PRÁTICAS

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I 2
ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO I 15
TOTAL DE HORAS-AULA SEMANAIS 2 15
TOTAL DE HORAS-AULA SEMESTRAIS 40 300

 

 

10º SEMESTRE DISCIPLINAS HORAS/AULA SEMANAIS

TEÓRICAS

HORAS/AULA SEMANAIS

PRÁTICAS

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO II 2
ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO II 20
TOTAL DE HORAS-AULA SEMANAIS 2 20
TOTAL DE HORAS-AULA SEMESTRAIS 40 400

 

 

 

 

R E S U M O

 

 

ESPECIFICAÇÃO

 

TOTAL DE HORAS/AULA

HORAS/AULA SEMESTRAIS

TEÓRICAS

HORAS/AULA SEMESTRAIS

PRÁTICAS

TOTAL DOS 10  SEMESTRES 204 120 84
TOTAL GERAL DE HORAS-AULA 204 x 20 = 4.080 120 X 20 = 2.400 84 X 20 = 1.680

 

CARGA HORÁRIA TOTAL DO CURSO 4.160

 

Corpo Docente do curso de ENFERMAGEM da FIS

A formação acadêmica e profissional, enquanto base para a articulação dos saberes necessários a cada disciplina que compõe o currículo de Enfermagem deve adotar uma concepção pedagógica transformadora com uso de metodologias ativas de ensino-aprendizagem, centradas no aluno; ter senso crítico quanto à efetividade e ética das intervenções propostas e capacidade de análise do contexto em relação às práticas que realiza.

O corpo docente da FIS está estruturado por profissionais competentes em suas áreas de atuação.

 

DISCIPLINA PROFESSOR TITULAÇÃO
 

Anatomia

 

JULIANA PEDROSA L. OLIVEIRA

 

Especialista

 

Histologia

PETRUSK HOMERO C. MARINHO  

Doutor

 

Embriologia

 

MABEL CRISTINE N. SOUSA

 

Mestre

 

Bioquímica

GABRIELA CAVALCANTE Mestre
Português Instrumental ANDRÉIA SANTOS Doutora
 

Citologia

PETRUSK HOMERO C. MARINHO  

Doutor

 

História da Enfermagem

KARLA MILLENE S. L. CANTARELLI Mestre
 

Socioantropologia da Saúde

 

ADILSON F. SALES BARROS

 

Especialista

 

Microbiologia Humana

PETRUSK HOMERO C. MARINHO  

Doutor

Genética Humana  

MABEL CRISTINE N. SOUSA

 

Mestre

 

Fisiologia Humana

 

LUCAS PEREIRA

 

Mestre

 

Parasitologia Humana

PETRUSK HOMERO C. MARINHO  

Doutor

 

Biofísica

 

LUCAS PEREIRA

 

Mestre

Bioestatística  

GERALDO SEVERINO DE LIMA

 

Mestre

Pesquisa Aplicada à Saúde  

JOÃO LUIZ QUIRINO DA SILVA FILHO

 

Doutor

 

Epidemiologia

 

VIVIANE DE S. BRANDÃO LIMA

 

Mestre

Processos Patológicos Gerais JOÃO LUIZ QUIRINO DA SILVA FILHO Doutor
 

Farmacologia Geral

GABRIELA CAVALCANTE Mestre
Semiologia e Semiotécnica de Enfermagem I  

 

WILZA MARIA PINTO

 

 

Especialista

 

Imunologia

PETRUSK HOMERO C. MARINHO  

Doutor

Semiologia e Semiotécnica de Enfermagem II  

 

WILZA MARIA PINTO

 

 

Especialista

 

Saúde Ambiental

 

GERALDO SEVERINO DE LIMA

 

Mestre

 

Exercício Profissional

 

VIVIANE DE S. BRANDÃO LIMA

 

Mestre

 

Enfermagem Clínica

 

MARIA ROBERTA B. DA SILVA

 

Mestre

Sistematização da Assistência de Enfermagem  

 

WILZA MARIA PINTO

 

 

Especialista

Farmacologia Aplicada à Enfermagem VIVIANE DE S. BRANDÃO LIMA Mestre
Enfermagem em Saúde Coletiva I HUDSON FÁBBIO FERRAZ FEITOZA  

Especialista

Enfermagem Cirúrgica I FÁBIO SOUSA E SILVA Mestre
 

Enfermagem em Infecções Transmissíveis

 

MARIA ROBERTA B. DA SILVA

 

Mestre

Psicologia Aplicada à Saúde  

MAYNA NOGUEIRA SOUSA

Mestre
Enfermagem na Saúde da Mulher  

VIVIANE DE S. BRANDÃO LIMA

Mestre
Nutrição e Dietética MÔNICA FERRAZ PARANHOS BRAGA Especialista
Enfermagem em Saúde Coletiva II HUDSON FÁBBIO FERRAZ FEITOZA  

Especialista

Enfermagem em Saúde Mental  

WILZA MARIA PINTO

 

Especialista

 

Enfermagem em Obstetrícia

HUDSON FÁBBIO FERRAZ FEITOZA  

Especialista

Enfermagem Cirúrgica II FÁBIO SOUSA E SILVA Mestre
Análise e Interpretação de Exames LIDIA NOBREGA Especialista
Enfermagem na Saúde do Homem  

VIVIANE DE S. BRANDÃO LIMA

Mestre
Enfermagem em Geriatria e Gerontologia MARIA FERNANDA BEZERRA DA SILVA  

Mestre

Administração Aplicada à Enfermagem I MICHERLLAYNNE ALVES FERREIRA  

Especialista

Enfermagem na Saúde do Trabalhador MARIA FERNANDA BEZERRA DA SILVA  

Mestre

Enfermagem na Saúde da Criança e do Adolescente HUDSON FÁBBIO FERRAZ FEITOZA  

Especialista

Disciplina Optativa 1.1: Comunicação e Educação em Saúde  

ANDRÉIA SANTOS

 

Doutora

Disciplina Optativa 1.2: Bioética SAULO BEZERRA XAVIER Mestre
Administração Aplicada à Enfermagem II MICHERLLAYNNE ALVES FERREIRA  

Especialista

Enfermagem em Oncologia SUELY MAYALY MELO Especialista
Enfermagem na Urgência e Emergência  

SAULO BEZERRA XAVIER

 

Mestre

Enfermagem em UTI  

SAULO BEZERRA XAVIER

 

Mestre

Disciplina Optativa 2.1: Fitoterapia  

JOZELMA PEREIRA BARROS

 

Especialista

Disciplina Optativa 2.2: Inglês Instrumental STENIO MAX Mestre
TCC I  

JOÃO LUIZ QUIRINO DA SILVA FILHO

 

Doutor

Estágio Curricular Supervisionado I MARIA FERNANDA BEZERRA DA SILVA  

Mestre

TCC II  

JOÃO LUIZ QUIRINO DA SILVA FILHO

 

Doutor

Estágio Curricular Supervisionado II MARIA FERNANDA BEZERRA DA SILVA  

Mestre


istanbul sehirlerarasi nakliyat
istanbul sehirler arasi nakliye
istanbul evden eve nakliyat
atasehir evden eve nakliyat
istanbul evden eve nakliyat firmalari
atasehir evden eve nakliyat
ev eşyası depolama
samandira nakliyat
umraniye evden eve nakliyat
atasehir nakliyat
sariyer evden eve nakliyat
evden eve nakliyat firmaları
umraniye evden eve nakliyat
beykoz evden eve nakliyat
gokturk evden eve nakliyat
avcilar evden eve nakliyat firmalari
kadiköy evden eve nakliyat
kartal nakliyat
sariyer nakliyat
maltepe evden eve nakliyat
atasehir nakliyat
florya evden eve nakliyat
istanbul sehirlerarasi nakliye
cekmekoy evden eve nakliyat
bakirkoy evden eve nakliyat
atasehir evden eve nakliyat
beylikduzu evden eve nakliyat firmalari
atasehir evden eve nakliyat
esenler nakliyat
umraniye nakliyat
maslak evden eve nakliyat
bostancınakliyat
sehirler arasi evden eve nakliyat
depolama/a>
nakliyat
nakliye
ev eşyası taşıma
evden nakliya eve
fuar taşıma
ev taşıma
sehirler arasi evden eve nakliyat
depolama/a>
nakliyat
nakliye
ev eşyası taşıma
evden nakliya eve
fuar taşıma
ev taşıma
ev taşıma
ev taşıma