fonte:https://desamarrandoarede.wordpress.com/tag/redes-de-computadores/

O termo bot (abreviação de robot), é um software mal-intencionado que pode transformar qualquer computador em um zumbi.  Quando isso ocorre, o computador pode executar tarefas de forma automática via internet sem que o usuário saiba. Os criminosos usam bots para infectar grandes quantidades de computadores, enviando assim mensagens de spam, disseminado vírus, atacando computadores e servidores, além de cometerem outros tipos de crimes e fraudes.’Botnets’ podem contaminar máquina desprotegida em até cinco minutos, além de instalar software para eliminar vírus concorrentes.

O alvo principal das botnets são atividades contra empresas e usuários comuns, que, muitas vezes sem saber, estão participando de uma rede de computadores criminosa.

Um criminoso  do bot tem por alvo:

A Coleta de informações de cartões de crédito e dados de acesso de e-mail;

Espionagem industrial;

Ataques de negações de serviços para extorquir empresas;

Envios de spam e phishing;

Tornar os computadores da rede em agentes de envio de e-mail para spammers;

As botnets podem produzir cliques falsos, gerando receita, sem gerar cliques verdadeiros para o anunciante.

Em Washington, EUA, o investigador de crimes eletrônicos T.J Campana, conecta a internet um computador desprotegido rodando uma antiga versão do Windows XP, em aproximadamente 30 segundos a máquina está tomada por vírus.

Segundo o investigador, um programa automatizado oculto na internet assumiu remotamente o comando do PC e o transformou num “zumbi”. Esse computador e outras máquinas zumbis são então reunidos em sistemas chamados “botnets” – PCs caseiros e empresariais atados uns aos outros numa ampla corrente de cyber-robôs que coordenam programas automatizados para o envio da maioria dos spams, a busca ilegal de informações financeiras e a instalação de softwares maliciosos em ainda mais PCs.

Os botnets continuam sendo uma maldição da internet. “O tempo médio para infecção é de menos de cinco minutos, ” – disse Richie Lai, membro da Equipe de Aplicação de Segurança na Internet da Microsoft, um grupo de cerca de 20 pesquisadores e investigadores.

Qualquer computador conectado à internet pode ser vulnerável. Executivos de segurança no computador recomendam a execução de uma variedade de programas de detecção de softwares comerciais maliciosos, como a Malicious Software Removal Tool, da Microsoft, para encontrar possíveis infecções. Os usuários também devem proteger os PCs com um firewall e instalar atualizações de segurança para sistemas operacionais e aplicativos.

Os ataques de botnets agora vêm com seus próprios antivírus, permitindo que os programas assumam um computador e então removam efetivamente outros softwares maliciosos concorrentes. Campana disse que os investigadores da Microsoft ficaram impressionados recentemente ao encontrar um botnet que acionou o recurso Microsoft Windows Update após tomar conta de um computador, para defender seu servidor de uma invasão de infecções concorrentes.

Os botnets evoluíram rapidamente para dificultar a detecção. No ano passado, botnets começaram a usar uma técnica chamada fast-flux, que envolvia a geração de um grupo de endereços de internet de rápida alteração para tornar o botnet mais difícil de ser localizado e interrompido.

Fontes:

http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2014/01/cp2014-o-que-sao-botnets-e-como-se-proteger-veja-dicas-da-campus-party.html

http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/

http://www.tecmundo.com.br/