09/07/2019

A máxima contida na obra "Os Sertões", de Euclides da Cunha, quando o autor afirma que: "O sertanejo é, antes de tudo, um forte", materializava o espírito guerreiro de um povo que mesmo abandonado a própria sorte pelos poderes públicos se reinventava e fomentava com seus próprios braços o desenvolvimento da região castigada pelo fenômeno natural das secas.

Investidos da força motriz que todo sertanejo possui, cidadãos serra-talhadenses resolveram juntar-se e fundar uma instituição de ensino que materializasse o desejo de desenvolver a região, tendo o conhecimento científico como pano de fundo para o desenvolvimento humanizado.

 A Faculdade de Integração do Sertão – FIS, surgiu encravada na micro região do Pajeú com o intuito de evitar o êxodo estudantil para os grandes centros urbanos, acolhendo estudantes de inúmeros municípios dos estados de Pernambuco, Paraíba, Ceará e Bahia.

Hoje a FIS desponta como a maior e melhor faculdade do sertão pernambucano, sempre preocupada com o binômio: desenvolvimento e integração, ofertando à sociedade do semiárido cursos de qualidade, unindo pesquisa, extensão científica e a prática profissional.

O agradecimento e a gratidão que a FIS tem pela região que a acolheu se apresenta com oferta de serviços de qualidade à população em geral, serviços estes ofertados em seus laboratórios, Clínicas-Escolas de Fisioterapia, Enfermagem, Odontologia e Psicologia. Além do Procon Estadual, Câmara de Conciliação, Núcleo da Receita Federal-NAF, e outros equipamentos que sempre estão a disposição de todos de forma gratuita.

No ano de 2019 a faculdade oferece além dos seus cursos tradicionais, mais três cursos de bacharelado: Educação Física, Nutrição e Psicologia, que junto com os demais, vieram ratificar a sua missão desenvolvimentista do sertão.

A Sociedade de Ensino Superior de Serra Talhada – SESST, mantenedora da Faculdade de Integração do Sertão- FIS é a força propulsora por trás desta faculdade de espirito pujante, que tem em seus sócios a base estrutural deste sonho sertanejo, representados na pessoa do seu diretor presidente Luís Melo que há dez anos é a voz e o comando representativo desses sócios, não medindo esforços para cumprir sua árdua missão de gestão acadêmica.

Em sequência, a nossa FIS está sempre em busca de inovação do mercado acadêmico, implementando também, mais equipamentos, nova infraestrutura e serviços para integrar o universo educacional com a sociedade regional na constante busca da excelência em serviços de ascensão científica, desenvolvendo os sertões através do conhecimento erudito com uma educação humanizada, formando cidadãos conscientes e capazes de mudar sua realidade, transformando-se em um estopim de uma revolução no pensamento progressista. 

Quando o cidadão toma consciência do seu papel na sociedade na qual está inserido, desperta o sentimento de pertença, apresentando-o não apenas como mero coadjuvante, mas como autor principal da sua própria história, assumindo o papel de transformador da sua realidade social.

A máxima contida na obra "Os Sertões", de Euclides da Cunha, quando o autor afirma que: "O sertanejo é, antes de tudo, um forte", materializava o espírito guerreiro de um povo que mesmo abandonado a própria sorte pelos poderes públicos se reinventava e fomentava com seus próprios braços o desenvolvimento da região castigada pelo fenômeno natural das secas.

Investidos da força motriz que todo sertanejo possui, cidadãos serra-talhadenses resolveram juntar-se e fundar uma instituição de ensino que materializasse o desejo de desenvolver a região, tendo o conhecimento científico como pano de fundo para o desenvolvimento humanizado.

 A Faculdade de Integração do Sertão – FIS, surgiu encravada na micro região do Pajeú com o intuito de evitar o êxodo estudantil para os grandes centros urbanos, acolhendo estudantes de inúmeros municípios dos estados de Pernambuco, Paraíba, Ceará e Bahia.

Hoje a FIS desponta como a maior e melhor faculdade do sertão pernambucano, sempre preocupada com o binômio: desenvolvimento e integração, ofertando à sociedade do semiárido cursos de qualidade, unindo pesquisa, extensão científica e a prática profissional.

O agradecimento e a gratidão que a FIS tem pela região que a acolheu se apresenta com oferta de serviços de qualidade à população em geral, serviços estes ofertados em seus laboratórios, Clínicas-Escolas de Fisioterapia, Enfermagem, Odontologia e Psicologia. Além do Procon Estadual, Câmara de Conciliação, Núcleo da Receita Federal-NAF, e outros equipamentos que sempre estão a disposição de todos de forma gratuita.

No ano de 2019 a faculdade oferece além dos seus cursos tradicionais, mais três cursos de bacharelado: Educação Física, Nutrição e Psicologia, que junto com os demais, vieram ratificar a sua missão desenvolvimentista do sertão.

A Sociedade de Ensino Superior de Serra Talhada – SESST, mantenedora da Faculdade de Integração do Sertão- FIS é a força propulsora por trás desta faculdade de espirito pujante, que tem em seus sócios a base estrutural deste sonho sertanejo, representados na pessoa do seu diretor presidente Luís Melo que há dez anos é a voz e o comando representativo desses sócios, não medindo esforços para cumprir sua árdua missão de gestão acadêmica.

Em sequência, a nossa FIS está sempre em busca de inovação do mercado acadêmico, implementando também, mais equipamentos, nova infraestrutura e serviços para integrar o universo educacional com a sociedade regional na constante busca da excelência em serviços de ascensão científica, desenvolvendo os sertões através do conhecimento erudito com uma educação humanizada, formando cidadãos conscientes e capazes de mudar sua realidade, transformando-se em um estopim de uma revolução no pensamento progressista. 

Quando o cidadão toma consciência do seu papel na sociedade na qual está inserido, desperta o sentimento de pertença, apresentando-o não apenas como mero coadjuvante, mas como autor principal da sua própria história, assumindo o papel de transformador da sua realidade social.


Notícias Recentes

Portal Acadêmico