Psicologia

AUTORIZAÇÃO

Portaria Ministerial n° 243, de 29 de maio de 2019

DENOMINAÇÃO

Curso de Bacharelado em Psicologia

DIPLOMA

Bacharel em Psicologia

TURNO

Vespertino/Noturno

MODALIDADE

Presencial

VAGAS

200

DIMENSÕES DA TURMA

50 alunos

DURAÇÃO MÁXIMA

14 semestres

DURAÇÃO MÍNIMA

10 semestres

CARGA HORÁRIA TOTAL

4000h

Apresentação

O Curso de Graduação em Psicologia da Faculdade de Integração do Sertão – FIS, reconhecido pela Portaria Ministerial nº 243, de 29/05/2019, tem como principal objetivo formar psicólogos a partir de uma concepção teórica e metodologicamente fundamentada para atuar em diferentes contextos socioculturais e profissionais, capazes de compreender o indivíduo de forma integral, além de analisar os processos psicológicos envolvidos na construção da subjetividade humana, comprometido com o desenvolvimento profissional, pautado em uma atuação ética com vistas a transformação social e a promoção da saúde, articulando a Psicologia com outras áreas do conhecimento favorecendo um diálogo inter e transdisciplinar. A interlocução teoria e prática é um dos pilares do curso que se fundamenta no rigor científico da Psicologia, sendo pautado em pesquisas e elaboração de conceitos e técnicas.
A missão do Curso de Psicologia consiste em formar o psicólogo voltado para o mercado de trabalho, para a pesquisa e para o ensino da Psicologia, com capacidade de atuar de forma responsável e comprometida com a defesa da cidadania, da dignidade humana e da saúde integral.
O curso apresenta como características mais marcantes a atitude de reflexão, postura crítica e o reconhecimento da diversidade de perspectivas epistemológicas e teórico-metodológicas necessárias para a compreensão do ser humano e incentivo ao diálogo com outras áreas do conhecimento que permitam apreender a complexidade e multideterminação do fenômeno psicológico.
Objetivo Geral
Formar profissionais psicólogos dotados de senso crítico e comportamento ético-profissional qualificado, assegurando-lhes um sólido conhecimento teórico-prático capazes de propiciar efetivas oportunidades no mercado profissional, engajamento social e compromisso com a promoção da qualidade de vida.
Objetivos Específicos
• Apresentar os fundamentos teóricos e metodológicos necessários ao desenvolvimento de uma ciência psicológica moderna e atualizada;
• Proporcionar conhecimentos práticos que viabilizem o estudo dos fenômenos biopsicossociais;
• Desenvolver habilidades de avaliação, planejamento e intervenção, com vistas ao acolhimento e tratamento do sofrimento psíquico em diferentes contextos;
• Promover reflexões filosóficas, sociológicas e epistemológicas da teoria e da prática do psicólogo, nas principais áreas de atuação profissional;
• Fomentar uma postura ética, respeitosa aos direitos humanos que possibilite ao profissional a consciência de seu papel como cidadão, comprometido com a realidade social na qual está inserido;
• Enfatizar a investigação científica com caráter interdisciplinar, incentivando a efetiva participação dos alunos em pesquisas na ciência psicológica;
• Apontar para o discente a importância do aperfeiçoamento profissional e cultural contínuo, visando a integração e atualização dos conhecimentos que serão adquiridos;
• Promover a inserção dos docentes e discentes nas ações de saúde promovidas pelo sistema de saúde do município de Serra Talhada e entorno;
• Possibilitar o cumprimento do preceito constitucional da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, contribuindo, assim, para o avanço da Psicologia como ciência e profissão.

Perfil do Egresso

O perfil do egresso do curso de Psicologia está no âmbito do perfil brasileiro, refletindo as características regionais do contexto onde está inserido, a potencialidade da instituição de ensino e suas escolhas estratégicas que se verificam no contexto do município de implantação e região de entorno.
O egresso deste curso deve ter desenvolvido capacidade para ensinar, pesquisar e intervir profissionalmente de maneira ética reconhecendo a diversidade de perspectivas necessárias para compreensão do ser humano. O profissional deve ser capaz de fazer uso crítico de diferentes teorias e métodos em psicologia, para atender a necessidade de intervenção profissional multifacetada.
O psicólogo formado pela FIS é capaz de entender o sofrimento psíquico, as motivações do ser humano, aspectos culturais e sociais que influenciam na saúde, identificando qual a forma mais eficiente de minimizar o sofrimento e promover saúde, utilizando os conhecimentos da ciência psicológica, tornando-se assim um profissional com habilidades diferenciadas. Ainda é capaz de produzir textos de pareceres e relatórios, quando solicitado, de maneira clara, ética e bem articulada como também é capaz de atuar de forma reflexiva e atenta, evitando reproduzir modos prescritivos e diretivos de atuação.
Competências e Habilidades
No último ano do curso de graduação, os alunos devem optar pela ênfase que desejam seguir. A FIS ofertará como possibilidade a ênfase em Processos Clínicos e Psicossocial. Os alunos que optarem por Processos Clínicos devem adquirir as seguintes competências e habilidades:
• Conhecer as causas e os sintomas do sofrimento psíquico do indivíduo sendo capaz de acolher e intervir no sentido de amenizá-los ou solucioná-los;
• Empregar as técnicas baseadas nas teorias psicológicas que possibilitem a identificação e o diagnóstico dos problemas de saúde com ênfase nos aspectos biopsicossociais;
• Realizar pesquisas qualitativas e quantitativas com vistas à construção e ao alargamento dos conhecimentos teóricos e aplicados, no campo da Psicologia Clínica;
• Realizar uma escuta especializada do ser humano, em contexto individual ou grupal, em diferentes campos de atuação, tendo em vista uma clínica ampliada que acontece, além do consultório, no hospital, na escola, no judiciário, em empresas, por ter como foco principal o sujeito;
• Atuação em equipes multi e interdisciplinar, uma vez que a Psicologia é uma ciência que dialoga com outras áreas do conhecimento;
• Avaliar os problemas psíquicos que podem ser de ordem cognitiva, afetiva e comportamental em diferentes contextos;
• Elaborar diagnósticos em nível individual, grupal ou institucional e formular planos de intervenção em quaisquer desses níveis;
Já os alunos que optarem pela ênfase Psicossocial devem adquirir as seguintes competências e habilidades:
• Identificar as causas e os sintomas do sofrimento psíquico do indivíduo e do grupo, relacionando-os com aspectos sociais, sendo capaz de intervir no sentido de amenizá-los ou solucioná-los;
• Compreender o contexto socioambiental em que o sujeito está inserido e onde se expressa sua demanda;
• Participar de equipes interprofissionais que terão a função de elaborar, executar e analisar projetos e programas com vistas a reduzir as vulnerabilidades biopsicossociais;
• Investigar, coordenar e manejar atividades grupais, considerando as diferenças individuais e socioculturais das diferentes coletividades;
• Identificar e compreender indicadores epidemiológicos com o objetivo de subsidiar a elaboração de planos de trabalho;
• Promover a saúde e qualidade de vida dos sujeitos, grupos, comunidades e organizações em diferentes contextos, através dos métodos próprios da profissão, respeitando as determinações e diretrizes do código de ética do psicólogo.
Campo de Atuação

Psicologia Clínica

É a área mais antiga de atuação e mais conhecida da Psicologia. Trata-se da escuta clínica que acontece, primordialmente, em consultório particular. Nos últimos anos, entretanto, tem se falado bastante acerca da ampliação da Psicologia Clínica que deve acontecer em diferentes contextos porque se trata, na verdade, da postura do profissional que se inclina para escutar o indivíduo em sofrimento psíquico. É possível perceber uma ampliação dos atendimentos em Psicologia Clínica que tem acontecido, além dos consultórios particulares, nas clínicas-escola das faculdades, nos ambulatórios dos hospitais, nas escolas, nas empresas, até em lugares públicos como praças e parques. Tal ampliação é viabilizada por profissionais psicólogos que tem se sensibilizado em levar os efeitos terapêuticos para aqueles que precisam mas não tem condições financeiras de arcar com os altos custos que representam um tratamento individual em consultório particular.
Na área Clínica, o profissional poderá atuar no atendimento individual e de grupo de pacientes/clientes que procuram terapias nas mais diversas linhas de atendimento. Nesta área pode-se trabalhar com psicoterapia individual, independentemente da idade, incluindo desde bebês a idosos em tratamento paliativo, psicoterapia de grupo, psicoterapia de casal, psicodiagnóstico, avaliação psicológica, orientação profissional (vocacional), acompanhamento escolar, orientação à pais e gestantes, entre outras. A Psicologia Clínica também é adequada ao tratamento de questões ou fenômenos mais complexos como as psicopatologias e os transtornos ou problemas de origem psicossomática.

Psicologia da Saúde

A Psicologia da Saúde tem como finalidade compreender como os fatores biológicos, sociais e comportamentais interferem na compreensão da saúde e da doença com o objetivo de promover saúde e prevenção em todos os níveis. Sendo assim, trabalha com uma visão mais macro da saúde (pública, epidemiologia e política). Essa área específica resulta da integração das contribuições de diversos campos do conhecimento psicológico (psicologia clínica, comunitária, social, hospitalar).
Psicologia Social:
O ramo de trabalho da Psicologia Social representa uma ampliação das atividades do psicólogo, viabilizada pela Constituição de 88, o Estatuto da Criança e do Adolescente, a expansão dos direitos sociais, a implementação de políticas públicas e a criação do Sistema Único de Saúde (SUS). Todos esses fatores contribuíram para que a Psicologia se voltasse para o atendimento das demandas sociais, o que representou um novo público implicando uma nova forma de escutar a aflição psíquica e promover qualidade de vida. A Psicologia Social trabalha no intercruzamento entre os problemas sociais e seus desdobramentos na saúde psíquica visando o bem-estar do indivíduo e da comunidade.
Psicologia Hospitalar

A Psicologia Hospitalar enfatiza a atuação do psicólogo dentro do Hospital. Neste ambiente planejará e implementará ações que visam a redução das mazelas psíquicas do indivíduo em situação de adoecimento, de internação ou de convalescência. Os atendimentos acontecem em enfermarias, emergência, ambulatórios, blocos cirúrgicos e obstétricos, unidades de terapias intensivas (UTIs, clínicas pediátricas). É uma atuação interdisciplinar que dialoga com as ciências médicas, a assistência social, enfermagem, entre outras áreas da saúde. O profissional neste contexto prestará assistência aos pacientes, aos seus familiares e a toda equipe que atende o paciente.
Psicologia Escolar

O psicólogo atuará como facilitador do processo ensino- aprendizagem, junto à direção e à coordenação da escola, professores, funcionários, estudantes e pais. Apesar de muitos ainda confundirem, a Psicologia Escolar não é Psicologia Clínica ou Psicopedagogia dentro da Escola. A atuação do psicólogo escolar é mais macro, e visa trabalhar a instituição como um todo, sempre dentro de uma perspectiva crítica. Este profissional é responsável por acompanhar os processos de ensino-aprendizagem, capacitação e desenvolvimento de docentes; acompanhar, orientar os alunos com dificuldades de aprendizagem e encaminhar os mesmos a atendimentos especializados, quando necessário.
Psicologia Organizacional:
O psicólogo organizacional atua como facilitador das relações entre pessoas e instituições, contribuindo para o desenvolvimento de ambas. Para tanto, intervém nos processos de trabalho, na cultura organizacional, nos intercâmbios comunicativos e muitos outros elementos da realidade institucional. Neste campo de trabalho, o psicólogo participa dos diversos processos de gestão de pessoas como seleção e treinamento de pessoal, promoção de programas de adaptação dos funcionários nos processos de reestruturação empresarial, processo de avaliação, montagem, desenvolvimento de programas de qualidade de vida no trabalho e programas de preparação para processos de aposentadoria.
Psicologia Jurídica:
A área forense representa a aproximação da Psicologia com as ciências jurídicas. Neste campo de atuação, caracterizado por significativas transformações e diálogos constantes, o profissional poderá participar na avaliação dos indivíduos envolvidos em processos jurídicos oferecendo avaliação e reavaliações de laudos coma finalidade de subsidiar as decisões dos magistrados e a atuação dos promotores. A Psicologia Forense tem se dividido em outros ramos de estudo, dentre eles a Psicologia criminal, Psicologia obrigacional e do consumidor (também denominado de psicologia civil), Psicologia da família, Psicopatologia trabalhista, Psicologia judiciária, que também envolvem os cartórios judiciais e extrajudiciais, devido ao aumento significativo de processos.
Psicologia do Esporte:
O psicólogo com atuação nas equipes de esporte atua tendo em vista os fatores emocionais que afetam a performance dos atletas e os efeitos da atividade para o bem-estar psicológico dos indivíduos. Ansiedade, concentração, motivação, desenvolvimento interpessoal e intrapessoal são algumas das questões trabalhadas pelo psicólogo esportivo. Em termos de desenvolvimento mundial, podemos colocar o ano de 1986 como um divisor de águas em termos de difusão e avanço da Psicologia Esportiva, com a fundação de várias organizações significativas em todo o mundo. O Brasil, apesar de em termos de desenvolvimento estar bem aquém da produção europeia/norte americana, já conta com cerca de 900 profissionais atuando na área, está se consolidando como líder da América Latina no campo.


Coordenadora: Profa. Renata Guaraná de Sousa Lorena
Email: psicologia@fis.edu.br
Fone: (87) 3831-1472 – Ramal 238

Opte por um futuro relevante

A Faculdade de Integração do Sertão – FIS, com limite territorial circunscrito ao município de Serra Talhada, no Estado de Pernambuco, é mantida pela Sociedade de Ensino Superior de Serra Talhada Ltda., pessoa jurídica de direito privado com fins lucrativos. A Sociedade de Ensino Superior de Serra Talhada Ltda. possui sede e foro no município de Serra Talhada, no Estado de Pernambuco. Seu Estatuto Social foi inscrito no Registro de Títulos e Documentos e de Pessoas Jurídicas de Serra Talhada, sob número de ordem 248 do livro A nº 03 – PJ, fls. 14, em 14 de Janeiro de 2004.

Fachada

Notícias Recentes

Portal Acadêmico